Thursday, 20 December 2012

Rua Augusta



Quando eu viajo, os dias são muito longos. As novidades sempre fazem que as horas sejan muito mais largas e mais intensas. Hoje foi um dia muito ensolarado e quente em São Paulo. Depois da minha aula de português na escola, almocei e enquanto isso, tentava encontrar um destino pra minha tarde. Eu tinha toda a cidade de Sao Paulo pra explorar, pra ver coisas novas, pra ver rostos desconhecidos pra mim. Todos os meus almoços tinham issa mesma emoção: eu nunca savia o meu destino. Eu tinha que decider durante o almoço. Abri meu mapa, minhas notas, e decidi que Rua Augusta era um bom destino. Uma rua. Uma rua não tem destino. Uma rua vai pra outra parte. Não tem importância, eu pensei. Então, eu fui para a avenida Paulista e depois, fui direto até a rua Augusta. Comecei reconhecer todos os lugares que o meu amigo Gustavo me mostrou a noite anterior. 



Nós fomos ao Café Noir, um lugar com boa música, muitos livros, e um clima muito relaxado. Lá, nós escutamos uma banda de jazz muito boa. A vocalista era uma menina cuja voz era melhor do que a voz da Alicia Keys! No caminho, eu vi muitos bares de strip-tease, discos, cafés. Bom, eu caminhei na mesma rua e depois do almoço eu encontrei uma padaria, enseguida, o bar de strip-tease, depois, uma loja de abajurs de pé, depois um café "pay and see". Tudo misturado. Eu não conseguia acreditar que as familias caminharem na mesma calçada sem problema. Em Bogotá, todas as coisas estão agrupadas em setores. Diferente.

 
Caminhei até Bixiga. É uma rua que tem muitos restaurantes italianos. O mais famoso é Mancini. Esse e o nome duma familia italiana que começou o negócio mas agora, são só os nomes e a comida gostosa! Na mesma rúa há uma loja "Calligraphia". Lá, encontrei muita coisas lindas que me fizeram lembrar das minhas amigas Maylin e Monica, e da minha irmã. Oh, como teria gostado que elas estivessem comigo aí. Tinham muitas cosas que elas teriam  gostado de ver e comprar.

Depois caminhei para Higienopolis na rua Antônia. Encontrei uma galería de arte. Tive que perguntar muitas vezes pra pegar um ônibus. Adoro as perguntas. Mais eu adoro mais as respostas. Escutar as palavras que posso reconhecer, outras que são novas. À noite, nós jantamos com Gustavo em "Nice Cup" na Vila Mariana.



No comments:

Post a Comment